Financiamento de IPVA

De 5 pessoas que você conhece pelo menos uma está com IPVA atrasado, esse infelizmente é um dado que faz parte da maioria da vida dos brasileiros, mas para quem está afim de ajustar as contas e não correr risco de ter o veículo apreendido existe o financiamento do IPVA. Isso mesmo, que está com o IPVA  tem a chance de por em dia essa dívida.

Mas, muitas pessoas desconhecem esse direito, que o próprio DETRAN, possibilita através do seu site. Neste caso, cada Estado  tem o seu e você precisa acessar o DETRAN do seu Estado onde seu carro está registrado.

Ao entrar no site do DETRAN você vai encontrar informações sobre como proceder para parcelar a sua dívida, mas no caso do DETRAN as parcelas não são muitas, mas você terá acesso a toda situação que o veículo está e os valores da dívida.

Depois de ver qual a situação e o valor da dívida você mesmo pode imprimir a guia com os valores e pagar em qualquer logal permitido, assim como bancos. São coisas simples, mas que as pessoas não possuem muita informação. Essas são algumas dicas de como pagar IPVA atrasado. Mas se a dívida é grande e você necessita financiar também tem jeito.

Alguns bancos como o Banco do Brasil oferecem essa opção aos consumidores brasileiros que num momento de aperto financeiro tiveram de deixar de quitar seu IPVA.  Para financiar o IPVA,  o Banco do Brasil dispõe de uma linha de financiamento chamado BB Crédito, que tem o objetivo de ajudar a quitar as dívidas do fim de ano que às vezes só com o 13º não cobrem tudo. Essa linha permite que se tenha um bom desconto se for pagar à vista e para quem vai financiar um prazo de até 48 meses.

As taxas de juros, que sempre assustam, no caso do Banco do Brasil são bem mais amenas e variam  de acordo com o valor do financiamento e do prazo, que pode ser de 2 a 48 meses, e ainda oferece uma carência para pagamentos de primeira parcela em até 59 dias.

Outra opção é utilizar os serviços de despachantes que contam com parcerias  de financeiras que também podem financiar as dívidas do IPVA e  multas, por exemplo. Nesse caso o financiamento é feito através de cheques em até 18 vezes, e que em alguns casos tem uma carência de até 45 dias. Os valores dependem de cada despachante e financeira mas em média variam de R$ 500,00 até o limite de R$ 5.000,00. É preciso levar alguns documentos como cópia do RG, do CPF, comprovantes de residência, e comprovação de renda.