Financiamento de Moto

Atualmente a moto tem se tranformado num veículo não apenas de lazer, mas também como um veículo de trabalho. Mas como o dinheiro não anda fácil o financiamento de moto é uma boa saída para quem pode unir o útil ao agradável, afinal a liberdade de pilotar uma moto é única.

Mas antes de se empolgar com essa sensação de liberdade é bom escolher onde financiar e comprar a moto, de preferência fazendo um bom negócio. Apesar das parcelas das motos serem bem atraentes pois são mais baixas que um carro é bom ficar de olho e escolher a opção que se encaixa no seu orçamento, afinal os planos são de médio a longo prazo e por isso toda atenção no que você vai se comprometer a pagar todo mês é fundamental para não ter surpresas financeiras.

Assim como os carros são financiados nos bancos e financeiras as moto também podem. A diferença está no valor e na sua necessidade de ter a moto já ou poder esperar. A questão  toda é prestar muito atenção nos juros e principalmente no contrato que você está assinando.

Tudo tem que estar no contrato, detalhado e muito claro para ambas as partes e o que cada um se compromete a fazer ou fez. Um exemplo são as entradas ou sinal de negócios, que hoje podem custar menos que hum mil reais. Fique atento, pois toda a entrada que você der visando baixar o valor das parcelas e reduzir os prazos de financiamento da moto devem estar no contrato. É bem comum essas entradas não serem computadas e no final o valor das parcelas ficar mais alto e quando você recebe o   carnê com as prestações toma aquele susto pois não são os valores que você tinha fechado.

Corra atrás dos  juros baixos. Se você vai usar a moto também para trabalhar busque no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal informações sobre o financiamento bonificado, que pode ser  mais baixo que o dos outros bancos e pode ser uma interessante opção para você que não dispõe de dinheiro à vista para fazer uma melhor compra da moto.

Há também as opções dos bancos e financeiras que oferecem  financiamentos mas é bom fazer uma simulação do financiamento para levantar quais as condições são mais favoráveis entre eles. Como você pode fazer essas simulações pela Internet acessando o site dos bancos e financeiras fica mais fácil você avaliar e ver realmente quanto vai ter que desembolsar para pagar o financiamento da moto. Hoje uma outra opção também é financiar uma moto usada, de baixa cilindrada, mas  que em boas condições pode ser uma opção mais viável e realista para você que sonha com uma  moto.

Além disso existem os bancos de fábrica, como o Banco Honda e Banco Yamaha, que proporcionam também através deles a compra da moto. Nas concessionárias autorizadas você pode buscar e obter todas informações e também simular nos sites desses bancos o seu financiamento.

Por fim uma opção mais a longo prazo é o consórcio de motos. Uma modalidade bem conhecida, onde você pode definir em quantas parcelas quer tirar a moto, se deseja dar lances ou uma entrada para reduzir o número de parcelas. Além disso pode contar com a sorte e ser sorteado nas assembleias que acontecem nas concessionárias autorizadas pelas fábricas ou consórcios particulares.

O mais importante é que você tenha em mente que a busca deve ser por juros menores e opções realmente vantajosas para você. E que possa desfrutar da sua moto sem a preocupação de um negócio mal feito.